domingo, 1 de março de 2009

Grito de amor!

Onde estará a fonte de minha inspiração
Amor, loucura, paixão.
Onde estará você
Que acalenta o meu sofrer
Oh! saudade malvada
Que insiste em me acompanhar
Poque fazes isso comigo
Vai embora
Deixe-me amar!
Onde estará o destino
venha aqui e veja o que sinto
Mão mude minha tragetória
Quero amar, não importa a hora
Quero viver, não me importa o tempo.
Se chorar é o meu castigo
Chorarei o tempo preciso
para impedir que eu esqueça
desse amor puro e verdadeiro
Gritarei ao mundo inteiro
Como é bom amar você.

George D'Almeida

Nenhum comentário: